YAMAHA FAZER 250 SE RENOVA PARA CELEBRAR DEZ ANOS

A Fazer 250 completa dez anos de seu lançamento em 2015. Apresentada ao público brasileiro no Salão Duas Rodas de 2005, a média naked revolucionou a categoria ao trazer pela primeira vez um motor injetado no segmento nacional de 250 cc. Vencedora de vários prêmios, a líder de mercado em muitas regiões do Brasil, recebeu em 2012 a primeira versão Blueflex, sendo a primeira motocicleta bi-combustível da categoria, apresenta agora diversas atualizações no design do modelo 2016. Entre elas, novo tanque com estilo airplane, novas carenagens: laterais, tomada de ar e do farol, deixando a Fazer 250 mais moderna e com porte ainda mais robusto.

A proposta também se estende para o novo desenho da chave, mais moderno, e para a mesa do guidão, com o nome da família Fazer gravado. Já na traseira, a motocicleta conserva o traço dinâmico conferido pela lanterna em LED e o suporte de placa distante da rabeta, comum em nakeds de alta cilindrada como a XJ6 N. Disponível unicamente na versão BlueFlex, a nova Fazer 250 está disponível nas novas cores azul e vermelha, que somam-se as opções branca e preta com cinza fosco.

O novo e moderno painel totalmente digital com iluminação branca em LED, ainda traz outra novidade: indicador ECO, que acende quando o motor trabalha na faixa de rotação de maior eficiência, indicando uma pilotagem mais econômica. O conjunto ainda traz informações como velocímetro e hodômetro com funções: total e duas parciais (TRIP-1 e TRIP-2) e “Fuel Trip” (de reserva de combustível), relógio e tacômetro de excelente visualização, além das luzes de indicadores (piscas, Blueflex, farol alto, neutro e alerta de motor).

Além do indicador ECO, continua presente a conhecida luz BlueFlex que quando acesa de maneira permanente, indica que o Sistema Yamaha de Segurança entrou em funcionamento. Nessa situação, o condutor deverá aguardar que a luz BlueFlex se apague para engatar uma marcha. Caso o mesmo engate uma marcha com a indicadora acesa, o motor será desligado automaticamente pelo sistema.

    Fazer 250: Motor monocilíndrico BlueFlex

    O coração da Fazer 250 é um monocilíndrico de 249,45 cm³ com comando simples no cabeçote (SOHC) e de arrefecimento misto, uma vez que conta com o auxílio de um radiador de óleo. O motor com pistão forjado e cilindro revestido de cerâmica dispersiva de calor e é capaz de gerar até 20,7 cv quando alimentado com gasolina e 20,9 cv com etanol, ambos atingidos a 8.000 rpm. O torque máximo, por sua vez, é de 2,10 kgf.m com etanol e 2,09 kgf.m com gasolina, disponíveis a 6.500 giros.

    Fazer 250: Ciclística equilibrada

    Montada sobre um chassi do tipo berço duplo feito em aço, a Fazer 250 traz um conjunto ciclístico equilibrado e eficaz, o que inclui sistema hidráulico nos freios a disco das duas rodas, sendo o dianteiro com 282 mm de diâmetro e o traseiro com 220 mm de diâmetro. O modelo traz suspensão dianteira com garfo telescópico e curso de 120 mm e suspensão traseira com balança tipo Monocross com link e curso da roda de 120 mm.

    Já o assento em dois níveis, acomoda confortavelmente o piloto e o garupa, que conta ainda com o auxílio das pedaleiras retráteis nas laterais e da alça de apoio na extremidade da rabeta. Com mecânica confiável, design mais moderno e agressivo, além do sistema bicombustível, a nova Fazer 250 enfrenta o dia-a-dia com a robustez de uma motocicleta street e o estilo de uma naked.

    VEJA TAMBÉM:

    Deixe um comentário!

    comentários