MT-03: Conheça tudo sobre a novidade da Geração Yamaha

Aguardada por muitos clientes da Geração Yamaha a MT-03 chega pra tirar o fôlego dos apaixonados por duas rodas. O modelo é o caçula da família MT, e carrega consigo o design que a Yamaha chama de “visualização de performance”, onde o design por si só transmite a sensação de velocidade, agilidade e de leveza, características comuns à toda família MT.

É possível enxergar em cada detalhe esses traços da personalidade MT, como o farol único com luz de posição em LED. Além de menor, ele está 20cm mais próximo do condutor, reduzindo o peso na dianteira e tornando o modelo mais compacto. Por este motivo, a sensação do guidão da MT-03 é de leveza, o que a torna uma motocicleta ainda mais ágil e rápida nas mudanças de direção, ideal para utilização urbana.

As linhas aerodinâmicas da nova MT-03 transmitem leveza, dinamismo e velocidade. Dá para perceber essa inspiração, desde a capa plástica que envolve o tanque de combustível – com capacidade de 14 litros – e seus defletores de ar, até a traseira elevada. Nela, a lanterna é em LED, o assento para o passageiro é bipartido e as alças de apoio eficientes, mas sem abrir mão do arrojo estético.

As rodas em liga leve com 17 polegadas de diâmetro e 10 pontas, são as mesmas da R3, assim como os pneus radiais tubeless, cujas medidas são de 110/70 – R17M/C 54H na dianteira, e 140/70 – R17M/C 66H na traseira.

Conceito Guepardo

Você sabia que o Guepardo foi a inspiração da MT-03? Sendo o mais rápido de todos os animais terrestres, possui longa cauda, coluna flexível e cabeça pequena que lhe garantem estabilidade e aerodinâmica nas curvas em alta velocidade. Esguio, estável, aerodinâmico e veloz! Imagine pilotar essa fera!

Prazer na Pilotagem

Falando em pilotagem, a MT-03 pode ser resumida como uma naked que oferece agilidade, performance, beleza e um ponto de muito destaque: a mais pura sensação de prazer ao ser guiada – principal característica da família MT. O motor da MT-03 é o mesmo que equipa sua irmã esportiva YZF-R3. Trata-se de um bicilíndrico em linha com capacidade cúbica de 321cc, duplo compando (DOHC – Dual Over Head Camshaft), 4 válvulas por cilindro, arrefecimento líquido e alimentação por injeção eletrônica, capaz de gerar potência e torque máximos de 42,01cv a 10.750 rpm, e 3,02 Kgf.m a 9.000 rpm, respectivamente.

Para alcançar o objetivo de uma motocicleta leve, a Yamaha utilizou em sua produção, modernos processos e materiais nobres, como nos pistões forjados em alumínio (similar aos das motocicletas de competição) e no cilindro, com a tecnologia DiASil Yamaha, que consiste em uma liga de Alumínio e Silício que proporciona menor vibração, melhor dissipação de calor e uma surpreendente performance. O resultado disso tudo foi uma motocicleta de 166kg na versão STD e 169kg na versão com ABS.

Eletrônica moderna

A eletrônica é um ponto alto na MT-03, uma ECU de 16 Bit gerencia o moderno sistema de admissão que, em conjunto com a injeção eletrônica, é capaz de fazer com que a mistura de ar e combustível chegue de forma rápida à câmara de combustão. Com isso, a queima é mais eficiente, resultando em consumo de combustível mais equilibrado e entrega de potência e torque mais expressivos. Na prática, dá para perceber isso nas respostas rápidas do acelerador, na força em baixas e médias rotações e na empolgante sensação nos giros mais altos

  • Está gostando deste post? Insira seu e-mail abaixo e receba nossas novidades!

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Agilidade com equilíbrio

O escapamento da MT-03 é do tipo 2 x 1 com sistema de câmara de expansão para redução de ruídos e ganho na performance. A ponteira, com desenho arrojado e dimensões compactas é posicionado perto do centro do chassi, o que favorece a centralização de massa. Isso garante ótimo equilíbrio para pilotagem esportiva e estabilidade, qualidade comum aos modelos da família MT.

Para poder oferecer toda a agilidade e rapidez que a MT-03 proporciona, a Yamaha desenvolveu ciclística que utiliza como base, um moderno e compacto chassi construído em aço do tipo diamante, que oferece resistência com baixo peso.

Suspensão eficiente

O que também contribui para essa ciclística elaborada são as competentes suspensões. Na frente, a MT-03 utiliza o sistema de garfo telescópico, cujos amortecedores possuem curso de 130mm e tubos internos com 41mm de diâmetro. Isso resulta em mais controle e estabilidade na pilotagem em função da maior robustez e resistência a torções. Já a suspensão traseira, do tipo monocross, tem amortecedor único com sete regulagens na pré-carga da mola, permitindo o ajuste de acordo com o peso, terreno ou tipo de pilotagem.

O curso da roda é de 125mm e sua balança – assimétrica –, além de resistente, tem um desenho moderno. Seu comprimento é de 573mm, o que dá a MT-03, a proporção de entre eixos da R1 modelo 2014. O fato de ser longa reduz a variação do angulo da balança em relação ao piso nas curvas ou nas acelerações e desacelerações resultando em maior eficiência na transferência de potência para a roda traseira.

Segurança em duas versões

Como na R3, a MT-03 estará disponível em duas versões, a Standard e a ABS. Em ambas, o sistema dianteiro é composto por um disco ventilado do tipo flutuante, com diâmetro de 298mm e pinça de duplo pistão. Na traseira, o disco ventilado é de 220mm, e a pinça com pistão único.

Painel tecnológico completo

O Painel da MT-03 é moderno e completo. A iluminação em LED, garante ótima visibilidade em qualquer situação. Nele, há o shift light, que indica o momento da troca de marchas e pode ser ajustado facilmente de acordo com a preferência do condutor, seja no nível de luminosidade (com três opções), na forma de acendimento (intermitente, strobe ou fixa), ou na rotação desejável a partir dos 7.000 rpm. Em um display de LCD, indica a velocidade, marcha utilizada, nível do combustível, temperatura do motor, relógio, hodômetro total e dois parciais, momento da troca de óleo, autonomia e o consumo médio e instantâneo.

VEJA TAMBÉM:

Deixe um comentário!

comentários