imagem com uma moto estacionada em uma garagem para ilustrar conteudo sobre acoes para evitar roubo de moto

5 ações que ajudam a evitar o roubo de moto (e o furto também)

Roubo de moto, na mesma proporção que o furto, são grandes empecilhos para que os loucos pelo mundo das duas rodas entreguem-se a essa paixão. Segundo pesquisa da Dr. Localiza, grupo especializado em rastrear veículos, algumas Capitais brasileiras registram de 3 a 8 ocorrências diárias.

Embora sejam números menores do que os identificados para os carros, ainda assim são bastante preocupantes. E esse índice tende a aumentar, à medida que mais motocicletas circulam pelas ruas, avenidas e estradas.

Por mais que seja inevitável passar por um assalto quando ele estiver em vias de acontecer – não esqueça, nunca reaja -, a contratação de um seguro é a melhor opção da qual você poderia dispor. Desse modo, você não terá espaço para pensar em prejuízo diante de uma situação perigosa.

1 – Não dê chance para o azar, estacione com segurança e evite o roubo de moto

Deixar sua moto na rua, especialmente em cidades que já estão consagradas como polos de violência, é praticamente brincar de roleta russa. 

Caso você não consiga resguardar o seu veículo dentro do local no qual você se encontra, procure o estacionamento mais próximo. É melhor pagar um pouquinho mais e assim garantir a sua tranquilidade, do que viver um pesadelo quando o roubo de moto for a sua realidade.

2 – Adote uma visão 360°, onde quer que você esteja

Tanto ao chegar e sair, quanto ao parar por qualquer motivo (inclusive nos semáforos), fique atento à toda movimentação. Se puder, evite áreas desertas, especialmente em horários da madrugada.

É claro que não vamos incentivar que você cometa uma infração gravíssima. No entanto, faça uma pesquisa em sua cidade e veja o que o órgão de trânsito recomenda para esses casos. Não é incomum vermos a instrução de que você deve avançar o sinal vermelho, em baixa velocidade e de forma prudente, para evitar o roubo de moto.

3 – Alarme, sensor de presença e rastreador costumam ser bons parceiros para evitar o roubo de moto

Itens tradicionais dessa pequena lista, os alarmes ajudam a barrar a ação dos ladrões. Por mais que já sejam itens bastante conhecidos, em uma situação de alto estresse, é bastante comum que eles busquem a melhor oportunidade, sem chamar a atenção para o roubo de moto. 

Os rastreadores também são peças mais conhecidas dos proprietários de veículos, e as tecnologias a cada ano que passa surpreendem mais pela precisão. Aliás, elas são grandes cúmplices para conseguir um precinho mais camarada no seguro.

Uma inovação mais recente e nem tão comum coloca o funcionamento da moto refém da proximidade do motorista. O sensor de presença, quando a uma distância maior  simplesmente cessa o trabalho da injeção eletrônica, impedindo a moto de rodar.

4 – As boas e velhas correntes e os cadeados amigos

Apesar de não serem fortes impeditivos, dar um pouquinho de trabalho ao ladrão pode ser uma boa estratégia, já que a facilidade é a prioridade daqueles que desejam furtar.

Porém, tenha muita atenção. Ao usar esses dispositivos, certifique-se de que você não estacionou em um local perigoso. É bastante comum os bandidos esperarem os pilotos. A demora em retirar os equipamentos, para só então conseguir sair, pode ser uma “mão cheia” para aqueles que não têm nada a perder.

5 – Ao chegar em casa, preste muita atenção ao abrir e fechar o portão

E ainda reforce a segurança. Um muro mais alto impede a visualização dos seus bens, e fica mais difícil para o bandido se organizar para o roubo de moto.

Mesmo que em casa, garanta que as tecnologias de segurança estão ativas, e jamais crie o hábito de deixar a chave na ignição.

_

O conteúdo lhe ajudou de alguma forma? Tem outras sugestões para enriquecermos o artigo? Deixe o seu comentário aqui e ajude-nos a enriquecer nossas dicas. 

Deixe um comentário!

comentários